sexta-feira, 1 de abril de 2011

Um poema apenas

Procuro um poema
que seja a sua cara.
Uma música, uma letra
que expresse minha tara.

Busco ter-te em tudo
e se for em rimas,
nas prosas te vejo;
é em corpo e alma
que te desejo.

Mas, este é um poema apenas,
igual á tantos outros,
parecido com um só,
ou imitando várias centenas.

Um comentário:

rodrigowill disse...

"Procuro um poema
que seja sua *casa".

Na falta de atenção acabei lendo errado, e lendo errado acabei me inspirando a fazer alto igual a centenas! rs

Como de costume tuas poesias dizem tanta coisa com poucas palavras.

"Mas, não é de morte que agora falo,
é dos meus silêncios onde me calo.

E não é de sofrimentos, nem de dores;
é da escura falta dos meus amores".

*Aplausos*