quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Tempo perdido

Antes fossem meus,
os ombros e colos oferecidos,
porque na minha carência,
estaríamos todos agradecidos;
os meus e os teus.

Antes fossem teus,
os beijos e carinhos ofertados,
porque na minha ânsia,
ofereci-os à corações errados;
tolo pois, fui eu.

Antes fossem nossos,
aconchegos, carinhos à dois;
fossem nossos, seriam agora,
o que foi deixado prá depois.

2 comentários:

Rosa Desfolhada disse...

Mas que triste... e belo!

Nada de juntar cacos...
O NOVO pode estar nos sorrindo enquanto estamos abaixados na ânsia
de consertar o "anel que era de vidro e se quebrou..."...

Um abraço!

=D

Vera Celms disse...

HMMMMM!!!