quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Solidões

Triste, viver  como nós,
de medíocres vergonhas
e pequenas mentiras.
Triste, viver tão sós,
em solidões e tristezas,
em covardias medonhas.

Viver assim, como nós,
é morrer todos os dias
e descrer em amores.
Exasperar em fantasias,
entristecer em dores.

Triste arrastar de chinelos
por ermos lugares que ontem,
eram nossos e eram belos.

Um comentário:

Flor de Lys disse...

Arrasto o chinelo de meus dias invividos...

Beijo, amigo!

;*