sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Sina

Depois de percorrer quietas ruas
e contemplar ermas esquinas,
cansei de olhar só, a nossa lua;
desoladas, as minhas meninas

que choravam a mais não poder
e de tantas lágrimas caídas,
juraram então, não mais querer;
tão pobres meninas sofridas.

Depois de percorrer quietas ruas
e contemplar ermas esquinas,
veio a solidão, triste e cansada

daquela saudade doída e crua,
sabendo que agora, como sina
terá a tristeza, eterna namorada.

2 comentários:

Vera Celms disse...

Leão, fica triste assim não... vem cá... beijos da Leoa...

Flor de Lys disse...

Meninas cansadas... demos descanso a elas com poemas ofertados em sua homenagem...

E a tristeza pode dar lugar a um belo amanhecer!

Beijos!